sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

HO HO HO !!!



Fim de ano chegou!!! É hora de nos embebedarmos daqueles lindos valores, que na maior parte do ano deixamos de lado, e celebrarmos a paz (hipócrita) mundial! Fica tranqüilo, não sou um desalmado, malévolo que não sabe apreciar esse cenário tão fofinho, apenas acho que é exarcebada essa visão social e mágica que a época natalina proporciona. Os shoppings e centros comerciais que me desculpem!!!


É hora de revermos o que fizemos de errado, repensarmos posturas e opiniões e fazer planos, muitos planos. Os meus, por exemplo, são super simples: engordar e muito a minha conta bancária, encarar uma dieta que venho prometendo há uns três natais no mínimo. Tudo na mais singela e, categoricamente, elaborada planilha : “o Rafa que eu quero ser!”.


Mas deixando o tom sarcástico de lado, o natal tem suas partes positivas e negativas, como todas as outras coisas (ou épocas) no mundo. Fazer uma social com a família e amigos é sempre bom: pessoas que moram longe, perto ou as que, geralmente, você não vê ás vezes aparecem. É legal ter esse tipo de contato! Situações impagáveis ou histórias que marcam todo esse contexto e celebram o momento como único sempre valem a pena: a minha avó ontem, por exemplo, repetindo a todo o momento a gíria da novela (CHOQUEI!!!) foi surreal. Não importava muito o assunto: era “choquei” pra lá, “choquei” pra cá, uma verdadeira gracinha. Marcou!!


Não entrei em contradição. Apenas acho que tais reuniões não precisam, necessariamente, estar veiculadas a data do nascimento de Cristo. Se bem que cristo não nasceu em dezembro, mas isso já é oooouuuuttttrrrroooo Post.


De qualquer forma, um ótimo natal! Mas um natal consciente de que o mundo não vira o mundo da Alice por uma semana; ou de uma simpatia hipócrita que a gente vê em determinadas situações; mas simplesmente celebrando o amor sincero que a gente deve cultivar a cada dia, não apenas nos dias 24 e 25 de dezembro!!!


Felicidades..

domingo, 8 de novembro de 2009

O gênio do pop nacional contemporâneo



Todo mundo sabe que eu gosto, e muito, da cultura e músicas pop em geral (inclusive, o nome do meu próprio blog é uma referência a essa minha preferência). Pois é, mas hoje estou aqui para falar de um artista que se encaixa, categoricamente, nesse contexto. Um pop nacional com qualidade digna de grande destaque. Trata-se do Jay Vaquer, se você não sabe do que estou falando, dá uma procurada que eu garanto que você não irá se arrepender.

Há alguns meses comecei a ouvi-lo com bastante freqüência, e pude constatar que o seu estilo e o alto padrão de qualidade de suas músicas (tanto as melodias quanto as letras) é exatamente o que falta no nosso tão escasso cenário pop nacional! E olha que o cara está na estrada já faz um tempo!

Apesar do meu inseparável mp4 estar repleto de suas canções, uma coisa instigava bastante a minha curiosidade: “ Como será um show do Jay vaquer, será que ele bom mesmo??” Esperei bastante para que tal concerto acontecesse, e nesse meio tempo me tornei inseparável de suas músicas. Até que foi marcado o lançamento do seu DVD, no Vivo Rio. Esta era a oportunidade perfeita!

Enfim, momentos antes do show estava eu lá no vivo rio, com mais três amigos esperando pela tão esperada performance do Jay. E eis que ele entra no palco no maior estilo “pára tudo que eu quero por fogo no mundo!”. O cara canta horrores: desde graves até agudos sem contar os peculiares falsetes. A banda realmente sabe o significado literal e visceral do que é ser uma banda! E não deu outro resultado, uma explosão tanto no palco quanto na platéia (claro, comigo no meio da galera!! hehe)



Definitivamente um dos melhores shows em que já estive, uma interação que raramente a gente consegue perceber em shows corriqueiros. E pensando com os meus botões, (vó peguei emprestado a sua gíria!! hehe), vi que o sentido maior da música é provocar esse tipo prazeroso de reações mútuas. E quanto ao Jay Vaquer, ele é sim um artista completo, o nosso amado “brazilzão” vai enxergar isso mais cedo ou mais tarde.

A turnê em questão a “alive in Brazil (vivo no brasil)”, é pela dificuldade de se manter dentro do mercado fonográfico aqui no país, sobretudo com a grande carga de enlatados que a gente consome! Não sou hipócrita, com certeza, sou um deles! Entretanto, defendo que a gente deva dar a devida (e merecida) importância ao que a gente tem de valor aqui pertinho da gente! Até o título escolhido para o show nos leva a uma reflexão, ponto para o Jay!

Voltando a falar deste incrível show, alguns momentos estarão comigo sempre. Um dos meus amigos é amigo de dois caras da banda, e imediatamente após o término do show fomos aos camarins para que ele pudesse cumprimentá-los. Rapaziada show, simpática mesmo. Então fomos até o camarim do Jay, lá outra surpresa: o cara é uma simpatia e um professor no quesito humildade. Lá com a sua camiseta estampando a Pink na frente, nos recebeu, autografou os dois Dvd’s e tirou foto com a gente. No fim das contas virei pra ele e falei “ jay vou te dar um abraço, seu show foi sensacional e você é foda!”


Para concluir gostaria de reafirmar que nossa música pop necessita de mais artistas dessa categoria: pop com “P” maiúsculo. E quanto ao Jay Vaquer só estou esperando o próximo show para mais uma vez conferir o que esse gênio pop contemporâneo sabe fazer de melhor!!

Ps: abraços para a Jolly, Acácio e Kamille que partilharam dessa experiência comigo!!!


Grande Abraço !!!

próximo post: this is it do querido michael jackson.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Uma óbvia constatação!!!



Salve, salve queridos amigos blogueiros de plantão!! Na verdade esta é uma passadinha um pouco diferenciada, já que o post está sendo feito diretamente da terra da garoa, Sampa!! Nada de papos chatos, ou descrições descabidas e maçantes sobre o meu dia (prometo!!!! hehe), afinal isso realmente não é relevante (para você, é claro!).

O que realmente gostaria de compartilhar foi a impressão que obtive sobre um lugar bem legal que conheci semana passada: Campos do Jordão. Conhecida como a Suíça brasileira, Campos do Jordão faz, categoricamente, jus a fama que ela tem. Belas casas no melhor formato “estamos em Genebra”, elegância, um ótimo pólo gastronômico além é claro, de muita gente bonita. Obviamente não deixando de destacar, os altos preços e o abusivo caráter aristocrático do lugar!



Continuando (cuidado para não perder o “fio da meada”, vem comigo), pelas minhas andanças fui observando o retrato do público de Campos do Jordão, e uma contestação óbvia, mas mesmo assim pertinente me veio à mente: dava para contar nos dedos de uma mão o número de negros, que igual a mim, usufruía da localidade!!!! Não estou, EM NENHUM MOMENTO, me definindo como elite até porque isso seria a maior das inverdades.

Apesar de sermos o país da miscigenação, pude notar claramente, que a nossa elite, é esmagadoramente branca. Não estou levantando bandeiras raciais em busca da igualdade, problema que no mais onírico dos cenários não seria fácil de ser resolvido. Mas era como se a vertente Anglo-Saxã sobrepujasse qualquer eventual influencia afro (hehe) . Mas não me senti intimidado não, muito pelo contrário!


Mas estou feliz que faço parte de uma geração que começa a mudar isso. Afinal minorias, maiorias, grupos e classes se resumem ao mesmo denominador comum quando nos qualificamos como seres humanos! E quanto a Campos do Jordão, definitivamente incrível!!!


Um salve aos meus primos/amigos Bruno e Alan que partilharam desta experiência comigo!!!



X.o.X.o

Gde abraço!!!

sábado, 8 de agosto de 2009

Do lado errado da força!!!


Olá pessoal!!! Nossa, faz um tempinho que eu não apareço por aqui, mas agora estou mais tranqüilo, sem tantos afazeres e vou me dedicar um tantinho mais ao meu querido blog. Bom deixando o tom melodramático um pouquinho de lado, hoje estou aqui para falar de futebol!!!! Tá certo, eu espero você levantar da cadeira! Hehe. Mas é isso mesmo!

Não é segredo para ninguém que eu não entendo nada de futebol, nem desses campeonatos, nem de calendários; eu nem ao menos sei o nome dos jogadores do meu próprio time: o Flamengo.

Mesmo com todos esse pontos “a favor”, fui assistir na semana passada um jogo no Maracanã do flamengo contra o Atlético mineiro. Até ai tudo bem, somando-se o fato que estudo ali do ladinho, tudo está a meu favor numa tentativa universal para despertar o ímpeto esportivo e futebolístico que se existe em mim, que até agora está hibernando pesadamente (brincadeira hehe!!). Estava até rolando uma festinha na faculdade, mas mesmo assim fui ver o jogo do Flamengo no Maraca.

Meu pai, um tio, meu irmão e alguns primos estavam lá também, tudo certo até ai?? Quase! Meu pai e meu tio são mineiros e atleticanos doentes, e como somos filhos “exemplares”, assistimos ao jogo no meio da mineirada, na torcida do Atlético. Para mim foi um pouco incômodo ver a galera do flamengo fazendo a festa na arquibancada cheia (ver toda aquela festa bonita em vermelho e preto e você não poder participar é fogo né).

Mas tenho que reconhecer, a galera mineira é muito simpática (obviamente, quando eles pensam que você é atleticano também hehe). E caramba como eles puxam o saco daquele tal de Tardeli ! Mas por outro lado, muitas lindas meninas coroaram essa torcida com aquele ‘sotaquezinho’ tão engraçado.

O jogo começa e eu senti uma ligeira inveja da arquibancada lotada cantando aos berros aquelas musiquinhas maneiras de torcida, mas tudo bem, essa não foi a primeira e nem a última vez no Maracanã, logo passa! Então o Atlético fez o primeiro gol, galera comemorando e só eu e o meu irmão ‘tranquilaços’ lá.. Depois o flamengo fez mais três, calando a boca da mineirada! Entre um gol e outro, um tímido “yeah!!!” dava pra ser feito, mas só se fosse muito tímido mesmo. No terceiro gol, um amigo me ligou da torcida do flamengo me zoando por estar do lado errado da força!! Heheh, mas sobrevivi acredite!!

Pensando no assunto, vi que é ‘maneiro pakas’, o futebol ao vivo, com as torcidas participando ativamente mesmo o time ganhando ou perdendo. Obviamente, ainda prefiro o maracanã para grandes shows, com megas estruturas, mas curti de verdade fazer parte daquele momento, sabe lá há quanto tempo eu não ia ver um jogo! E apesar de eu não lembrar mais dos nomes de quem fez os gols, se é que já soube, o flamengo deu um show para linda torcida que merece tanto! Pronto falei!! heheh


Grande Abraço!!!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Um fatídico não-retorno!!!


No inicio da noite do dia 25 de junho, uma triste noticia abalou o mundo da música. Michael Jackson, conhecido como o rei do POP, havia falecido. Com certeza o dia seguinte amanheceu com a aura mais escura e a cultura pop menos colorida!

Desde pequeno, Michael esteve sob a luz dos holofotes, num primeiro momento junto com seus irmãos no Jackson’s five e depois na brilhante e bem sucedida carreira solo. Foram mais de 750 milhões de cópias vendidas e tantos sucessos que não caberia enumerá-los todos aqui: quem não se lembra do revolucionário thriller, ou do passo “moonwalk” de billie Jean, a instigante smooth criminal e ainda incrível black or White, alem de um que foi gravado aqui no Brasil em áreas carentes do rio e de salvador.Mas nem tudo foi positivo, Michael também foi marcado por bizarrices e pesados processos de pedofilia que abalaram muito a sua imagem durante a sua carreira.



Nesses últimos anos Michael não lançou nenhuma obra relevante, porem o seu grande retorno já tinha data marcada, com a turnê this is it. Todos os 750 mil ingressos dos 50 shows na imponente O2 arena em Londres estavam esgotados, e por uma infeliz ironia do destino, o rei do Pop nos deixou dias antes do tão esperado retorno.

Muitos hoje em dia, são influenciados por aquele que outrora marcou a cultura pop com um talento digno de uma realeza. Se alguém vai chegar ao seu patamar de sucesso?? Acho muito difícil e não é nem essa a questão.

E assim as cortinas se fecham, mas peraê?!! Se fecham não, o ser humano Michael Jackson foi embora, mas o grande astro da música está eternizado na sua obra!!!!!!!!!!

Confira um quadro que eu gravei na tv universitária online da faculdade em homenagem ao Michael:


video

terça-feira, 12 de maio de 2009

Michael (ainda) Rei!!!... Será???


Não é segredo para ninguém os escândalos que o Rei do pop esteve e até hoje está envolvido: desde os polêmicos casos nos tribunais por causa da pedofilia ou pela mudança na cor da pele, enfim, mas nesse momento não é isso que colocaremos em voga.

Desde 2001 Michael não lança nenhum álbum, musicas novas e nem se apresenta em shows. Para muitos, eis que o primoroso e invencível reinado havia acabado. Tendo este cenário como ponto final, ele vem em uma coletiva de imprensa e anuncia nada menos que cinquenta shows, na incrível O2 arena, em Londres, que já estão esgotados. Muitos duvidam e ficam receosos, pois obviamente, haverá comparações desse show atual com os de seus tempos áureos de Rei da música Pop, inclusive eu fiquei um pouquinho temeroso. Lembrando que com a Madonna foi a mesma coisa, porém ela conseguiu vencer essa “leviana cobrança” e abraçou o mundo com uma grande “world tour” ano passado que, aliás, continuará no segundo semestre deste ano.



Nesse clima de especulações e expectativas, ontem tirei a poeira do instigante épico do Michael, o álbum Bad e coloquei o som nas alturas. E de repente me dei conta, novamente, do motivo pelo qual esses estardalhaços misturando medo, dúvida, nostalgia, novidade e esperanças, estão nesses níveis! A qualidade do álbum é incrivelmente enorme.

Pois Caramba !!!! Estamos falando do intérprete de coisas memoráveis como : “liberian girl", "dirty Diana” ( que são minhas favoritas do álbum), além de “smooth criminal” e “the way you make me feel”. É sensacional ouvir essas músicas , rever performances colossais do passado é melhor ainda. O que nos resta é esperar pelo futuro.




Futuro esse que até então está meio incerto. Por isso coloquei a indagação que dá titulo a essa nossa conversa! Tenho medo esse futuro próximo (já que os shows começam em julho), nos apresente um decadente Michael Jackson no palco, atrapalhando a macula de quem já foi tão famoso a ponto de ser dono do recorde de disco mais vendido na historia (thriller, mais de 100 milhões de copias vendidas).

Vou voltar aqui com certeza, após a estréia dos shows! Espero que com grandes notícias e não com catastróficas decepções!!!
"you've been hit by, you've benn be struck by - a smooth criminal ...!!!! " kkkkkk

GRANDE ABRAÇO

terça-feira, 21 de abril de 2009

Honeeeey!!!! You’re not Britney Spears !!!!



Cada vez mais, esse fator indispensável à sociedade atual (internet) se regenera e apresenta novas ferramentas ao crescente número de usuários. E com a inclusão, mais pessoas tem acesso ao “tudo” que a Internet oferece, participando de várias formas: absorvendo e produzindo materiais. Pois bem, até ai tudo certo, mas ultimamente tenho observado certas coisas que me remetem ao ônus da inclusão digital.

É cada vez mais comum vermos performances bizarras de pessoas que imitam seus ídolos e postam na grande rede. O Youtube é o local ideal, onde você encontra uma variedade imensurável de exemplos. Pessoas imitando artistas, seriamente, como se fossem grandes produções, e com certeza na maioria das vezes se expõe ao ridículo. Se for esse o ‘barato’ da coisa, definitivamente ainda não me conectei com essa ‘vibe’, mas enfim!

São muitos os exemplo, mas artistas da música pop em geral estão no "rank" dos mais imitados: britney spears, rihanna, justin timberlake, amy winehouse (apesar de não ser pop é muito caricata, hehe!!) entre outros. E o pior de tudo é que como resultado, formam-se pseudocelebridades na internet. Stefhany e seu Cross fox (ela parodiou a música thousand miles) foi até no gugu; Cristney spears foi notícia em sites de celebridades e em canais da tv; até aquelas “não sei o que”, que seguem o pirado do Inri cristo cantando várias paródias, estavam no Jô esses dias.

Essa semana aconteceu algo muito peculiar, estava no estágio quando uma amiga abriu a página inicial do Yahoo e viu o seguinte titulo: “Ela quer ser a Britney speras”, rindo da semelhança que a tal garota tinha com uma de suas amigas ela clicou para ver o vídeo, e para a surpresa, a garota do vídeo era mesmo a sua amiga imitando a Spears. Logo atentei quando alto ela exclamou: - “AAAAAi meu Deus, é a minha amiga mesmo”!!! Depois rimos e achamos engraçadíssimo, mas mesmo assim ela ficou pasma com o quanto exposta a garota estava naquele momento.

Isso não é uma critica destrutiva, muito pelo contrário, eu mesmo já tive minhas síndromes de N’sync quando era adolescente. Mas a partir daí me expor para o mundo de uma forma meio bizarra fica meio pesado. Pelo menos nesse ponto meu bom senso sempre trabalhou arduamente. Logicamente isso é minha humilde opinião, mas as pessoas precisam refletir o quanto isso é válido, é legal brincar entre amigos “zoando pakas”, mas colocando material na internet corre-se o risco de tudo tomar proporções gigantescas e o ridículo ser o único e irrefutável resultado. Mas como existe gosto para tudo, continuem fazendo as bizarrices, eu rio bastante delas!!!!
E NÃO SE ESQUEÇAM, NÃO ESTAMOS RINDO PARA VOCÊS, MAS DE VOCÊS!!!
Aqui vão alguns exemplos caso você queira conferir:
http://www.youtube.com/watch?v=XS0ktNjpqpY (Toxic pelas meninas do Inri Cristo);
http://www.youtube.com/watch?v=_Aqj5GmVThE (Stefhany e seu Cross fox);
http://www.youtube.com/watch?v=g_cxYXipaJ8 (Born to make you happy por Christney Spears).
GRANDE ABRAÇO

segunda-feira, 23 de março de 2009

TEMPO


E ae pessoal!!! Não sei se todos sabem, mas nesse período de março, estou de férias. Já disse aqui mais de uma vez, que por causa da greve que a UERJ enfrentou no fim do ano passado, todo o calendário foi alterado e as férias que normalmente seriam em janeiro acabou sendo diminuída e colocada para a última quinzena do presente mês, enfim.

Contudo, hoje não dei uma passadinha por aqui para falar sobre a universidade, mas sim o que não estar frequentando-a está ocasionado. Obviamente, estou falando, de fato, do tempo ocioso. Mas essa ociosidade não é (sempre) gasta com mediocridade ou perdas de tempo; pessoas pensam sobre suas vidas, suas escolhas, talvez o que poderiam fazer diferente, uma série de coisas. Particularmente, andei pensando nessas várias coisas nesse tempinho, que muitos podem achar bobeira, até mesmo eu em determinada hora ou contexto, mas no momento é de importância crucial.

Revirando fotografias, vendo alguns vídeos do fundo do baú, conversando com alguns familiares sobre as tantas histórias passadas, fui tomando consciência de como o tempo é ingrato, como essa efemeridade passa aos nossos olhos tão rápido que nos perdemos em sua velocidade. Parece conversa de louco, ou simplesmente pareço um simples exarcebador de assuntos levianos, mas você já parou para pensar nisso??!! Tenho vinte anos atualmente e dando uma checada na minha família, vejo que a minha geração (eu,meu irmão e primos com mais ou menos a mesma idade) já somos os velhos, já existe uma criançada nova, alguns “serzinhos” que nos olham e afirmam: “- Nossa eles são adultos!!!” Mas espera!!! Quando surgiram, quando deixamos de ser os queridinhos pequenos, para o surgimento de novíssimas gracinhas?? O tempo passou, somos adultos, uns casados outros não, uns estudam outros não, uns já tem até filhos e outros não.. mas o que eu e essa galera fatidicamente temos em comum,, o tempo passou para todos nós, e continua passando.

Indo mais longe ainda nessa importante (ou idiota) reflexão, percebemos quantas pessoas conhecemos em nossa jornada. Quantas eram amigas e não são mais, aquelas que não eram e hoje são indispensáveis a nossa vida, aquelas queridíssimas pessoas que infelizmente já foram embora desse mundo. O quanto você já chorou, o quanto você já sorriu, o quanto você já sofreu??!!. Aquele filme que há um tempo atrás era novidade e hoje já e considerado até uma obra ‘cult’ de tão antigo..

Lembro-me agora das palavras do Renato russo, “não temos tempo a perder... somos tão jovens”, jovens somos até quando alias? O próprio jovem, dono dessa memorável canção, já nos deixou há quase 13 anos. Porém, parece que se eternizou em certas músicas por conseguirem chegar tão intimamente ao que sentimos em determinados momentos. Mas isso não é algo que a gente precise fugir ou lutar contra, “não temos tempo a perder... somos tão jovens”, tem muito sentido. A gente envelhece e tende a colocar tudo nos padrões da sociedade cada vez mais que nos incluímos no sistema e somos engolidos por ele. O que pensávamos com 16, hoje pode parecer um pouco imaturo e talvez aos trinta vou achar que o que penso agora com 20 é uma extrema idiotice. A nossa verdade é a atual! O tempo passa, o mundo muda e principalmente a gente muda junto. O importante é que em nossa jornada a gente aproveite a nossa imaturidade, aproveita a nossa maturidade, pois uma vez que passamos por determinada época é irrevogavelmente impossível vivê-la novamente.





Think about it!!!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Algumas faces do carnaval!


O carnaval acabou!!! Quem estava viajando volta para casa, que não estava estudando volta a estudar e quem não estava trabalhando volta a trabalhar, enfim, tudo volta ao normal. Mas uma coisa chama muito minha atenção : Hoje o que é, e o que representa o carnaval!?! Não estou querendo falar sobre bases antropológicas da população que pratica, origens etimológicas da palavra, mas do que é o carnaval em si, sob suas diferentes faces aqui no Brasil e até mesmo fora dele!!


Comecemos pelo grande altar carnavalesco, mundialmente conhecido, o Rio de janeiro! Uma grande animação toma conta dessa cidade que já possui uma vasta fama de festeira, o clima praiano, os vários pontos turísticos e as incríveis belezas naturais, reafirma essa irresistível característica. Aqui, nessa época, aparece gente do mundo todo! Ai já viu né: praia, sol, samba e uma animação peculiar à época transforma tudo, legitima essa festividade como única.

Blocos muito bem-humorados, escolas de samba desfilando pelo sambódromo e muitas festas de rua são alguns dos ingredientes que compõe o carnaval do Rio. Obviamente, nem tudo são flores!! Como folião aqui da cidade, pude constatar que está melhorando, mas o transporte é caótico, a limpeza ainda é muito ineficaz (culpa também de parte da população, com a sua vergonhosa falta de cidadania, espalhando o lixo por todos os lados, menos na lixeira)!!!! Mas definitivamente num plano geral, o carnaval do Rio funciona!!!


Outro carnaval muito conhecido é o da Bahia!!! Esse é o mais popular entre os micareteiros de plantão!!! Os grandes nomes do axé cantam em cima de trios elétricos, arrastando verdadeiras multidões atrás. Com exorbitantes preços, os abadás constituem, mesmo que sutilmente, uma forma de segregação social. Mas faz parte, se você tem o abada ou simplesmente está na “pipoca” (galera sem abada que fica fora da linha do bloco), o que importa mesmo é segurar na corda do caranguejo e ser feliz!!!



Mas uma coisa que chama muito a atenção é que o carnaval não está simplesmente restrito ao nosso amado Brazilzão. Existem carnavais diferentes! Tomemos como exemplo os carnavais de Nice (França) e o de Veneza (Itália). As pessoas se fantasiam de nobres do século XVIII e desfilam pelas ruas, com máscaras absurdamente deslumbrantes. Não existe o culto a música no evento, nem mesmo um ritmo característico, como o samba ou o axé aqui no Brasil. Simplesmente o prazer pelo mistério, vestimentas que nos remete aos grandes bailes da exorbitante nobreza. Para se ter uma idéia algumas das fantasias com as máscaras, podem chegar a ‘bagatela’ de 12 mil reais. Nada muito assustador, pois se colocarmos numa balança, os destaques das escolas de samba aqui do Rio pagam até mais!!!



Não importa qual é o seu estilo ou qual tipo de carnaval melhor se encaixa no seu modo de ver as cosias. Relativizando as variedades, vemos que todas são belas formas de festejar e celebrar a alegria. Não importa que para isso você sambe ao som de uma bateria, corra atrás de um trio elétrico ou simplesmente desfile com belas fantasias em algum lugar na Europa. Viva, e se divirta isso é o mais importante!!!

GRANDE ABRAÇO!!!

Voltei.....


Depois de um mês sem postar nesse meu querido blog, voltei!! Trabalhos finais da faculdade, carnaval e mais uma série de pequenos motivos me fizeram, infelizmente, ficar um tempo sem escrever aqui. E isso é uma coisa que realmente estava me fazendo falta!!! Mas enfim,, estou de volta...




Grande abraço!!!


terça-feira, 20 de janeiro de 2009

HUMAITÁ PRA PEIXE - LEONI

Neste último dia 15 de janeiro, quinta-feira, aconteceu o primeiro talk show do Huimaitá pra peixe, no Oi Futuro, bairro Flamengo. Bem, para quem nem faz idéia do que é isso, um conselho: informe-se (brincadeira!!!hehe), mas eu explico do que se trata! O Humaitá pra peixe, é um evento que há quinze anos traz novas bandas para o cenário musical, convidando também artistas consagrados, que além de dar uma “palhinha” do seu talento, dizem como iniciaram suas carreiras e ainda dão dicas para aqueles que estão começando. Uma incrível iniciativa!

Especificamente o artista em questão no dia 15, foi o Leoni, e eu tive o prazer de fazer a cobertura do evento. Só para esclarecimento, estagio na tv online da minha faculdade, a “TVUERJ Online”, algumas equipes foram escolhidas para cobrirem algumas das apresentações dentro do Humaitá pra peixe, felizmente o dia para o qual eu fui escolhido foi o dia do Leoni.

Confesso que conhecia o trabalho do Leoni, mas nesse evento passei de alguém que conhece algumas músicas, para fã! Funcionava da seguinte forma: o Leoni conversava com um mediador com um violão na mão, e contava para o público um pouco da sua história, suas influências musicais e etc. Tudo isso num clima extremamente intimista, com ativa participação da platéia. Obviamente o Leoni a todo o momento pegava o seu violão e cantava para a gente.

Acho que aí estava a magia da coisa: Esse clima super amistoso, somado ao talento do Leoni demonstrado através de uma incrível voz-violão e o ambiente extremamente receptivo, coroou esse momento como único. Dentre as músicas que ele cantou, alguns de seus grandes sucessos, músicas de suas antigas bandas (para quem não sabe ou não se lembra, ele fez parte do kid abelha e heróis da resistência). Cantou também sucessos de outros artistas como Léo Jaime e bandas que, segundo ele, foram a suas influências. Um fato interessante que eu gostaria de citar, foi o momento em que ele apresentou uma música do black sabbath, de um jeito todo particular, surreal!!!!


Estávamos na cobertura eu e uma amiga, a Palloma (também estagiária da tv uerj), e as vezes ficávamos na duvida se era trabalho ou diversão, a linha entre esses dois era tão tênue que praticamente impossibilitava separar um do outro.

E para finalizar com chave de ouro, consegui entrevistá-lo. Pessoalmente, Leoni demonstrou ser realmente humilde e simpático do jeito que aparentava. Falou entre outras coisas, sobre a forma de divulgação do seu trabalho e o relacionamento com seus fãs através do seu site.


E isso foi tudo pessoa!! Vou colocar abaixo o endereço do site do Leoni, o site da tv uerj e posteriormente coloco aqui o link da matéria pronta!!!

  1. http://www.leoni.com.br/ (site do Leoni)


Grande abraço

sábado, 10 de janeiro de 2009

FÉRIAS PECULIARES....


Olá pessoal, em primeiro lugar desejo um feliz 2009 para todos (eu sei, “tá” um pouco atrasado, mas o que vale é a intenção né!). Muita saúde, realizações e energias positivas nesse universo tão negativamente carregado que nos encontramos hoje. Votos e felicitações de lado, hoje decidi escrever sobre uma situação digamos peculiar... Minhas “férias”!

Você deve ter percebido que a palavra “férias” foi grifada no meio de aspas. Pois é, sinto informar-lhes, mas elas (não as aspas, mas as férias hehehe) são diferentes mesmo. Vivo no Rio de Janeiro e os dois primeiros meses do ano são reconhecidamente o ápice do verão. Tudo certo até aí!! O que deixei para dizer por último é que memso com todos esses atrativos,estou passando as férias “enfiado” na faculdade.

Bem já disse aqui em algum momento que a UERJ (universidade que estudo), passou por uma greve no meio do período letivo “2008.2”. Pois bem, greve terminada e as aulas, obviamente, devem ser repostas. Qual a época entre um período e outro que torna possível essas reposições ?? (5 segundos para responder... hheheh): as férias!!!

“Longe de mim” querer que as aulas não sejam respostas, muito pelo contrário! A gente já sabia que seria assim, mas uma coisa é saber como seria e outra é estar de fato vivendo esse período. E bastante interessante, você sair de casa em pleno oito de janeiro, debaixo de um sol fortíssimo e um calor absurdo (é como se ele estivesse dizendo para você: as praias de Copacabana ou Ipanema devem estar “bombando”!! hehehe) e você rumo à universidade. E como se já não fosse o bastante, estou “Ultrapotencial-Mega-Max-High-Over cheio de trabalho”, agora você entende o motivo pelo qual estou aqui num sábado de sol em frente ao computador hehehe!!!

Para finalizar, digo que é um mal necessário!!! Não é muito bom estudar em pleno janeiro, mas essas aulas são muito necessárias!! E é claro que fazer disso tudo uma piada, transforma tudo em algo mais leve, até cômico!! Com certeza voltarei falando mais sobre esse momento da minha vida, e não duvide se de repente eu aparecer aqui falando sobre um bloco de carnaval da faculdade em meio as salas de aulas ou redondezas da instituição (NÃO DUVIDE MESMO!!hehehe)..



Grande abraço para todos, e boas férias!!!