domingo, 8 de novembro de 2009

O gênio do pop nacional contemporâneo



Todo mundo sabe que eu gosto, e muito, da cultura e músicas pop em geral (inclusive, o nome do meu próprio blog é uma referência a essa minha preferência). Pois é, mas hoje estou aqui para falar de um artista que se encaixa, categoricamente, nesse contexto. Um pop nacional com qualidade digna de grande destaque. Trata-se do Jay Vaquer, se você não sabe do que estou falando, dá uma procurada que eu garanto que você não irá se arrepender.

Há alguns meses comecei a ouvi-lo com bastante freqüência, e pude constatar que o seu estilo e o alto padrão de qualidade de suas músicas (tanto as melodias quanto as letras) é exatamente o que falta no nosso tão escasso cenário pop nacional! E olha que o cara está na estrada já faz um tempo!

Apesar do meu inseparável mp4 estar repleto de suas canções, uma coisa instigava bastante a minha curiosidade: “ Como será um show do Jay vaquer, será que ele bom mesmo??” Esperei bastante para que tal concerto acontecesse, e nesse meio tempo me tornei inseparável de suas músicas. Até que foi marcado o lançamento do seu DVD, no Vivo Rio. Esta era a oportunidade perfeita!

Enfim, momentos antes do show estava eu lá no vivo rio, com mais três amigos esperando pela tão esperada performance do Jay. E eis que ele entra no palco no maior estilo “pára tudo que eu quero por fogo no mundo!”. O cara canta horrores: desde graves até agudos sem contar os peculiares falsetes. A banda realmente sabe o significado literal e visceral do que é ser uma banda! E não deu outro resultado, uma explosão tanto no palco quanto na platéia (claro, comigo no meio da galera!! hehe)



Definitivamente um dos melhores shows em que já estive, uma interação que raramente a gente consegue perceber em shows corriqueiros. E pensando com os meus botões, (vó peguei emprestado a sua gíria!! hehe), vi que o sentido maior da música é provocar esse tipo prazeroso de reações mútuas. E quanto ao Jay Vaquer, ele é sim um artista completo, o nosso amado “brazilzão” vai enxergar isso mais cedo ou mais tarde.

A turnê em questão a “alive in Brazil (vivo no brasil)”, é pela dificuldade de se manter dentro do mercado fonográfico aqui no país, sobretudo com a grande carga de enlatados que a gente consome! Não sou hipócrita, com certeza, sou um deles! Entretanto, defendo que a gente deva dar a devida (e merecida) importância ao que a gente tem de valor aqui pertinho da gente! Até o título escolhido para o show nos leva a uma reflexão, ponto para o Jay!

Voltando a falar deste incrível show, alguns momentos estarão comigo sempre. Um dos meus amigos é amigo de dois caras da banda, e imediatamente após o término do show fomos aos camarins para que ele pudesse cumprimentá-los. Rapaziada show, simpática mesmo. Então fomos até o camarim do Jay, lá outra surpresa: o cara é uma simpatia e um professor no quesito humildade. Lá com a sua camiseta estampando a Pink na frente, nos recebeu, autografou os dois Dvd’s e tirou foto com a gente. No fim das contas virei pra ele e falei “ jay vou te dar um abraço, seu show foi sensacional e você é foda!”


Para concluir gostaria de reafirmar que nossa música pop necessita de mais artistas dessa categoria: pop com “P” maiúsculo. E quanto ao Jay Vaquer só estou esperando o próximo show para mais uma vez conferir o que esse gênio pop contemporâneo sabe fazer de melhor!!

Ps: abraços para a Jolly, Acácio e Kamille que partilharam dessa experiência comigo!!!


Grande Abraço !!!

próximo post: this is it do querido michael jackson.

6 comentários:

Gutt e Ariane disse...

Não faz muito meu estilo musical, gosto de musiquinha suave, tipo Pantera, ou Slayer... mas pelo seu relato, dee ter sido um show e tanto!!

Steffi de Castro disse...

olha, eu vou dar uma ouvida e constatar o seu entusiasmo!

Blog do Gustavo disse...

Eu gosto desse estilo de musica!!

Tatiane Rosa disse...

Não conheço este cantor vou procurar ouví-lo para tirar minhas conclusões...

Michael Levesque disse...

Desculpa a ignorancia mas nunca ouvi falar. Tb...não é meu estilo anyway.
Prefiro algo mais light, tipo Slayer, Metallica, iron maiden...

Dimitri disse...

Não gosto desse estilo musical, prefiro uma eletronica mesmo. USHAUS' Bom blog cara, parabéns
http://onemoreblogz.blogspot.com/
Se puder também, dê uma lida no meu último post. O blog é novo, e talz. Saba como é
Abracci