domingo, 17 de janeiro de 2010

O porta-voz de uma "verdade" maldita!



Olá pessoal tudo ok!?! Eu esperava neste primeiro post da década, trazer um balanço do ano de 2009, o que realmente ficou taxado como a cara do ano que foi o resquício da intensa década 00. Entretanto, como a maioria das minhas previsões: estava errado! Digo isso, pois certos acontecimentos vêm à tona imersos a um turbilhão de informações que de uma forma direta ou indireta nos afeta, nos coloca dentro do contexto. Mesmo não sendo um blog dedicado ao factual, muito menos a excentricidades da mãe natureza, hoje sinto a necessidade de falar sobre o já, demasiadamente, explorado assunto: a tragédia no Haiti.

Não se preocupem, não venho trazendo dados sobre número de mortos (que é exorbitante), ou o volume de entulho ou quantas pessoas estão desabrigadas, mas simplesmente refletir como às vezes o ser humano pode ser extremamente cruel e inconveniente!

Antes de você entender o que eu quero dizer, cabe pontuarmos alguns detalhes importantes: Hoje o Haiti é o irmão mais pobre dentre os países da América; era uma colônia francesa; foi o primeiro país da América latina a adquirir sua liberdade (independência), por meio de uma revolução popular. Até aí nenhuma novidade! Não vou me estender mais na base histórica, pois além de não ser um perito na história do Haiti, não é por isso que estou escrevendo!

Dito isso, voltemos ao caos atual que, infelizmente, aflige aquela região. Chega ajuda de toda parte do planeta. É notória a presença da essência humana nessas nobres iniciativas, apesar de parecer não ser o suficiente para acalentar de forma significativa a desgraça a qual aquele pobre povo está submetido. E mesmo no alarde generalizado, eis que surge um figuraça de colarinho branco no conforto do seu lar no seguro EUA, e revela a seguinte (e “brilhante”) reflexão: a tragédia no Haiti é uma conseqüência do pacto com o demônio que o povo fez para se livrar do domínio francês!

Trata-se de Pat Robertson, um líder religioso da extrema direita americana. O indivíduo vem a publico e já não sendo bastante o que aquele pessoal está sofrendo com a devastação afirma, categoricamente, tal insanidade. Que pastor é esse que se preocupa com qualquer coisa menos solidariedade? Quem Deus vingativo é esse que esse homem defende? Que coração de pedra é esse que não se aperta a cada nova imagem e sangra a cada parcial de número de mortos? Que anglo-saxão babaca é esse que ousa um discurso de cunho acusador- ecumênico para justificar a barbárie?

São perguntas que venho me fazendo durante o dia de hoje. É muito fácil julgar e elaborar teorias idiotas quando se está sob a proteção de um gabinete escondido em uma couraça de títulos. E na própria igreja que ele lidera, como fiéis podem andar pregando o nome de Deus tendo como líder uma pessoa que pensa dessa forma, principalmente num momento como este: sinto nojo, repulsa!!

Que verdade maldita é esse que abala a nobreza que nos é intrínseca? É por essas e outras que sempre ando com um pé atrás com esse tipo de líder. É revoltante como essas situações se desenvolvem. E não duvido nada que tenham nesse momento uma multidão de acéfalos abaixando a cabeça dizendo “senhor! Senhor!”, concordando com o Pat!

Prefiro crer e fico muito feliz em ver que a maioria esmagadora das pessoas não perde tempo tentando culpar Deus ou a atribuir ao diabo qualquer coisa que seja. Muito pelo contrário, está se demonstrando uma solidariedade, uma humanidade que dá gosto de ver. Essa sim é a essência do Deus que eu acredito. Cada pessoa salva, cada gesto de companheirismo e cumplicidade, cada lágrima que deixa de cair é uma vitória. E dentro desse contexto está, da forma mais visceral possível, o sentido da vida e de ficar vivo!!

E com esse desabafo vou deixando o meu recado e fazendo minhas orações. Afinal é gente como a gente que está ali. A balburdia e o tom caótico, tenho certeza, não dura para sempre. Muita Paz e boas energias aos desamparados nesse momento.

GRANDE ABRAÇO

*Próximo post sobre o destaque de 2009

8 comentários:

Neuro-Musical disse...

Acho interessante a ajuda que o mundo está enviando ao Haiti. Mas ao mesmo tempo acho vergonhoso que o mundo só tem seus olhos voltados para o país quando acontece alguma tragédia!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Mandy disse...

Realmente é um absurdo o que esse Pat disse! Pelo amor... de onde ele tirou tanta besteira?!
Porém devemos agradecer pela ação humanitária prestada diante tal catástrofe! Vemos soldados e voluntários por todas as partes, mas infelizmente já se passaram vários dias e ainda há sobreviventes soterrados, esperando q possam ser resgatados ainda com vida...

Se puder passa pelo Sook depois...
BjO

Mandy disse...

Amore obrigada pelo comentário lá no Sook!!!
Então somos dois apaixonados por moda... rsrs
Eu não sigo muito, mas sempre tô de olho nas tendências e principalmente na paleta de cores... rsrs

Volte mais vezes no Sook...
BjO

Jota disse...

Você escreve muito bem, espero que o texto seja seu, gostei do blog e do texto!

Blog do Leão disse...

Excelente post, gosto de pessoas com vc que tem opinião e sem medo de falar. Abraço

Se der visita: http://www.bloggdoleao.blogspot.com

Esther Saldanha disse...

Eu até simpatizo com a ideia de Deuses. O que mata são os fãs deles!

Vinicius Oliveira disse...

Acho que esperaram ter uma tragedia pra ajudar ne? vergonha isso, e o Brasil sofrendo aqui e ninguem olha pra gente ne? chuva direto.. ve se tao ligando? Brasil é uma mae

Rony Phanuelly disse...

Adorei, Tudo sobre os famosos!!